Etiqueta na Cama

Após uma noite inteira de sexo, os dois estão esgotados e felizes. Permanecem abraçados e em silêncio. A cena poderia terminar assim, mas não termina. Porque uma voz rompe a meia-luz e diz: “Você pode ir embora agora?”, “Oi?”. Isso mesmo: o filho da mãe está mandando-a juntar seus paninhos e desaparecer dali. Que deselegante!

O que eu não entendo é que o ser humano investe uma noite inteira nos bons modos, na educação, em um sorriso doce e, após conseguir o que quer, entra em uma nave e retorna até o Período Paleolítico. É como se o universo fosse explodir, ali, em mil partículas, e a pessoa mal “atendida” não pudesse espalhar, para Deus e o mundo, que aquele cara ou aquela mina se transformam na Monga durante os trinta segundos em que você vai ao banheiro.

Glorinha Kalil, que já nos ensinou a tirar uma azeitona da boca sem parecer o Didi Mocó comendo, agora, em seu livro “Etiqueta Sexual: Dicas de Cama, Mesa e Banho”, ensina, como ninguém, a arte de tirar e colocar sem fazer feio. O livro tem pérolas como “Nunca pergunte se uma mulher gozou. Se não foi capaz de perceber, guarde a dúvida pra você” ou “Não se divide conta de motel. Homens pagam as contas. Mulheres ‘pagam’ outras coisas”. Um oráculo.

Sim, tem muita mulher que vira uma cangaceira depois do sexo, mas preciso admitir que, na maioria das vezes, são eles, os meninos, que erram feio ao não terminarem direito algo que começou maravilhosamente bem. Entendendo um pouco da mentalidade masculina, eu tenho dois chutes: uma boa dose de egoísmo do tipo “já gozei, pode sair de cima de mim” ou talvez “vou te tratar, a partir de agora, como uma mulher-bomba só pra você não grudar em mim amanhã”.

De fato, tem muita gente por aí que pensa que o passo seguinte a uma transa perfeita é escolher a cor do varão das cortinas. Mas a regra é clara: trate a mulher como o ser mais apaixonante do mundo até o último segundo. Envie uma mensagem para saber se ela chegou direitinho em casa e, no dia seguinte, envie um e-mail agradecendo pela noite. Se sentir que ela está reservando o buffet e a decoração, seja sincero e educado: “Você é linda, mas não quero nada sério agora”. Ela pode ficar brava, pode não entender, mas vai superar e seguir se sentindo maravilhosa. Algumas até vão te responder: “Nem eu. Vamos nos divertir mais vezes juntos?”. Glorinha Kalil teria orgasmos múltiplos.

Diego Engenho Novo

Revisão: Larissa Parente

Você também pode gostar de ler Meu Pirão Primeiro

About these ads
Padrão

5 comentários sobre “Etiqueta na Cama

  1. EdnairaV disse:

    Tenho plena certeza que no fundo você lembrou de mim e das minhas histórias com o lobo mal que acabei me casando. kkkkkkkkk saudades eternas!!!

Muito obrigado pelo seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s